APICCAPSAPICCAPSAPICCAPS
Facebook Portuguese Shoes APICCAPSYoutube Portuguese ShoesAPICCAPS
  • NOTÍCIAS

Calçado fecha contrato coletivo histórico

Calçado fecha contrato coletivo histórico

19 Abr, 2017

Partilha

A APICCAPS (Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos) e a FESETE (Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores Têxteis, Lanifícios, Vestuário, Calçado e Peles de Portugal) concluíram as negociações do contrato coletivo de trabalho para a fileira do calçado. Este acordo histórico prevê, pela primeira vez, uma igualdade remuneratória para os trabalhadores que desempenham funções do mesmo nível de classificação profissional, independentemente do género.

Com efeito, por força desta negociação atingiu-se a igualdade total de género, processo iniciado já em 2016.

O novo acordo prevê um aumento médio das remunerações de 3,45%, sendo que os salários no setor do calçado passam a ser atribuídos em função apenas do grau profissional do trabalhador.

De assinalar que, desde 2010, o setor de calçado criou 6.600 novos postos de trabalho (+20%), com o número de trabalhadores do setor a ascender a 38 700 em 2016. De notar, ainda, que a criação de mais de 20 novas empresas em regiões do interior do país contribuiu significativamente para um maior equilíbrio regional.

A APICCAPS enaltece o papel da FESETE que, ao longo de décadas, sempre conseguiu estar à altura dos diferentes desafios colocados a um setor fortemente exportador, contribuindo com a sua posição exigente, mas responsável, para o seu equilíbrio sustentável. Em resultado, desde 2009, as exportações cresceram mais de 55% (para um recorde histórico de 1.923 milhões de euros no final de 2016), colocando a indústria de calçado numa posição de grande relevância no contexto internacional.

Em 2017, e considerando que o aumento do Salário Mínimo Nacional no início do ano tinha já conduzido a um esforço financeiro significativo na competitividade das empresas, a Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores Têxteis, Lanifícios, Vestuário, Calçado e Peles de Portugal reconheceu a importância da igualdade de género como elemento-chave desta negociação que poderá ser agora vir a ser implementada noutros setores de atividade.

Últimas Notícias