APICCAPSAPICCAPSAPICCAPS
Facebook Portuguese Shoes APICCAPSYoutube Portuguese ShoesAPICCAPS

A caminho do desconfinamento?

A caminho do desconfinamento?

22 Feb, 2021

Começou o desconfinamento em vários países europeus


Ainda é cedo para um regresso à normalidade, mas os números recentes são animadores. Em Portugal, a reunião de avaliação da situação terá lugar hoje. Mariana Vieira da Silva adiantou que o desconfinamento começará pelas escolas, opinião partilhada por António Saraiva. O Presidente da CIP alertou, na passada semana, para a necessidade de retomar o ensino presencial.
Mas, como estão os restantes países a planear o regresso à normalidade?

Espanha
Tal como Portugal, Espanha viu a terceira vaga chegar em força logo depois das festividades do Natal e Ano Novo. No entanto, o país vizinho não atingiu o número de casos de Portugal. Por isso, as escolas mantiveram-se abertas e o confinamento geral não foi decretado. Cada região aplicou medidas distintas conforme o número de casos.
Agora que os números estão a descer fica a questão principal: como desconfinar? Várias regiões já estão a levantar algumas medidas de forma gradual, e as que registaram maior numero de infeções esperam faze-lo no próximo mês.
A vacinação está a decorrer no pais, ainda que se forma mais lenta do que o previsto. O país recebeu 2.914.755 vacinas e administrou 2.561.608. No entanto, o plano do Governo é vacinar 70% da população até ao final do verão.
Itália
Vacinar o maior número de pessoas com a primeira dose da vacina parece ser a estratégia italiana, como aliás o Reino Unido já tinha anunciado.
O governo do primeiro-ministro italiano Mario Draghi garante que  o objetivo é acelerar o programa de vacinação contra a COVID-19 em Itália, “mesmo que isso implique usar todas as doses disponíveis, sem reservar algumas das vacinas para a segunda injeção”, diz o jornal La Stampa citado pelo Expresso. Com falta de vacinas em várias regiões italianas, o Governo tem recebido pedidos para acelerar a campanha de vacinação.
Em termos de restrições, apesar desta campanha de reforço de vacinação, o Governo deverá estender a circulação pelo menos até  de março e renovar a proibição de circulação entre regiões.
Reino Unido
Foi um dos países mais afetados pela pandemia, principalmente devido à descoberta da chamada variante britânica, uma estirpe do vírus mais contagiosa e mais perigosa. No entanto, o país começa agora a preparar um desconfinamento faseado. Boris Johnson prepara-se para abrir as escolas já na próxima semana. O primeiro-ministro britânico quer que todos os adultos possam receber, pelo menos uma dose da vacina, até dia 31 de julho.
O anúncio das novas medidas deverá acontecer hoje pelas 15h30 na Câmara dos Comuns. O primeiro-ministro britânico falará ao pais pelas 19h e devera apresentar o plano de desconfinamento, dividido em três fases.
Segundo avança o Expresso, as escolas devem abrir a 8 de março, e as visitas a idosos residentes em lares passa a ser permitida, ainda que esteja restringida a uma visita diária. Está também previsto a permissão das atividades de lazer ao ar livre. Além disso, os principais jornais britânicos avançam que o Governo irá permitir o ajuntamento de dois agregados familiares na festividade da Páscoa.
Em relação às lojas, tudo aponta para a abertura dos espaços não essenciais em abril, antecipando no entanto a abertura de cabeleireiros.
A aviação ainda é um incógnita, mas as companhias áreas locais pediram ao governo para que as restrições estejam todas levantadas até ao verão.


Partilhar:

The latest ones