APICCAPSAPICCAPSAPICCAPS
Facebook Portuguese Shoes APICCAPSYoutube Portuguese ShoesAPICCAPS

Calçado cresce mais de 12% na primeira metade do ano

Calçado cresce mais de 12% na primeira metade do ano

1 Sep, 2021

Setor exportou 752 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano


Portugal exportou 33 milhões de pares de calçado, no valor de 752 milhões de euros, nos primeiros seis meses de 2021. Relativamente ao período homologo, há a assinalar um crescimento de 12,3%, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Num período ainda de grande indefinição no plano internacional – recorde-se que os dados do World Footwear apontam para uma plena recuperação do setor de calçado a nível mundial apenas em 2023 – “o calçado português dá sinais de recuperação”, destaca o Gabinete de Estudos da APICCAPS. O setor está, ainda dependente, da evolução de vários indicadores, “mas dificilmente atingirá, já este ano, os níveis de 2019”. Evolução da pandemia, situação no Afeganistão, aumento dos custos das matérias-primas e dificuldades logísticas são aspetos a ter em consideração nos próximos meses.

Não obstante o recuo das exportações em França (menos 2,6% para 144 milhões de euros), a Europa é, por agora, um grande motor de crescimento do setor. Destaque para o crescimento na Alemanha – que supera mesmo a França e ascende ao primeiro lugar entre os grandes mercados do setor – com um crescimento de 39,4% para 186 milhões de euros. No espaço comunitário, destaque ainda para os bons desempenhos nos Países Baixos (mais 12,3% para 111 milhões de euros) e Espanha (crescimento de 2,9% para 52 milhões de euros). Também no Reino Unido há bons indicadores a reportar (mais 14,1% para 41 milhões de euros).

Fora do espaço europeu, EUA (mais 10% para 33 milhões de euros), China (mais 32,8% para 9,6 milhões de euros) e Canadá (mais 41,2% para 9,5 milhões de euros) dão bons sinais.


Artigos de pele
com bons sinais

Também o setor de artigos de pele e marroquinaria apresenta bons indicadores em 2021. Na primeira metade do ano reporta um crescimento de 21,4% para 84 milhões de euros. Espanha (mais 6,1% para 21 milhões de euros), França (mais 14,9% para 16 milhões de euros), Turquia (mais 31,8% para 11 milhões) e EUA (mais 370% para 7 milhões de euros) justificam a afirmação do setor nos mercados externos.

Componentes para calçado
animam

Ainda que com um desempenho geral mais modesto, também o subsetor de componentes para calçado parece animar em 2021. De janeiro a junho, exportou 23 milhões de euros, o que representa um acrescimento de 2,2% relativamente a 2020.



Partilhar:

The latest ones