APICCAPSAPICCAPSAPICCAPS
Facebook Portuguese Shoes APICCAPSYoutube Portuguese ShoesAPICCAPS

Impacto da pandemia nos Estados Unidos

Impacto da pandemia nos Estados Unidos

24 Mar, 2020

Atualmente, os EUA são o quarto país do mundo com o maior número de casos confirmados de Covid-19, depois da China, Itália e Espanha. Segundo os dados mais recentes, o número de casos de Covid-19 nos EUA já chega aos 33 mil, com 400 mortes a registrar.

Os impactos no setor do calçado já se fazem sentir.

Na semana passada, várias marcas, como Nike, New Balance e Puma, anunciaram o fecho de lojas e as limitações no funcionamento normal de várias operações nos EUA.

Dada a proliferação do assunto,  a American Apparel & Footwear Association (AAFA), confirmou que várias marcas e retalhistas optaram por fechar portas nas próximas semanas. Outras, porém, mantêm a atividade, de acordo com as recomendações dos especialistas em saúde pública.
Com políticas limitadas adotadas em nível nacional, a AAFA confirmou ainda que algumas partes do país têm "políticas mais rigorosas". A titulo de exemplo, Califórnia, Pensilvânia e Nova York instituíram bloqueios de emergências. “Neste contexto, espaços considerados mais ‘críticos’ como portos e centros de distribuição podem permanecer abertos, mas devem adotar práticas de saúde seguras”. De acordo com a AAFA, a maioria dos membros instituiu o teletrabalho.

E o impacto da situação na China?
A AAFA confirma que, neste momento, a maioria das fábricas na China parece estar em funcionamento, embora ainda não estejam a produzir na capacidade total. “Os principais obstáculos sentidos pelas empresas americanas são no acesso a materiais, trabalhadores e entregas. Esta situação também se estende ao fornecimento de outros países (por exemplo, Vietname e Camboja), uma vez que as empresas esperam matéria-prima vinda da China. Nos EUA, o cenário é identifico. A associação nacional indica que, em media, as empresas esperam 2 a 3 semanas por encomendas vindas da China.

Os EUA são o maior importador de calçado do mundo. Segundo o World Footwear Yearbook em 2018, as importações cresceram 3,6%, atingindo27,1 mil milhões de dólares. No ano passado, o mercado americano foi afetado por tensões comerciais com China, o que levou os importadores americanos a olhar para novos mercados.
Acompanhe mais sobre a indústria de calçado a nível mundial em: www.worldfootwear.com

The latest ones