APICCAPSAPICCAPSAPICCAPS
Facebook Portuguese Shoes APICCAPSYoutube Portuguese ShoesAPICCAPS

O apocalipse do retalho?

O apocalipse do retalho?

30 Jun, 2020

Macy's, Zara, Nordstorm, Starbucks, Victoria’s Secret. A lista parece interminável. Estas são algumas das lojas que anunciaram o encerramento em 2020. Estamos perante um apocalipse no retalho?

O aumento contínuo das compras online, com o impacto catastrófico do COVID-19 no retalho, fez um rastilho quase perfeito, que detonou numa lista extensa de encerramentos. De acordo com o relatório da Coresight Research, 20.000 a 25.000 lojas nos EUA poderão fechar permanentemente este ano. As primeiras  4.000 lojas estão já confirmadas.. Mais da metade dos encerramentos previstos serão de lojas em shopping (já em perigo antes da pandemia), mas que enfrentaram desafios ainda maiores devido ao distanciamento social.

Antes da crise de saúde pública, vários retalhistas já tinham pedido insolvência e começaram a fechar lojas físicas. Mas nas últimas semanas o número aumentou. J.Crew, Neiman Marcus e JCPenney estão entre as empresas que já entraram com pedido de falência.

Mas nem tudo são más notícias. Apesar de algumas das lojas, consideradas de referência, estarem a fechar, várias outras planeiam concentrar esforços no comércio online.

Conheça alguns exemplos.

Bath & Body Works
A empresa-mãe da Bath & Body Works, L Brands, anunciou em maio de 2020 que 50 lojass nos Estados Unidos e uma loja no Canadá serão fechadas este ano. Os encerramentos afetarão principalmente os espaços lcoalizados em dois shopping centers. Há igualmente oytrs novidades de relevo para a marca: embora as lojas de shopping estejam a fechar, 26 novos locais também serão abertos este ano, em localizações estratégicas.


Gap
Em março de 2019, a Gap informou que fechará aproximadamente 230 lojas nos próximos dois anos devido à queda nas vendas.

Victoria's Secret
A reconhecida marca de roupa interior anunciou em maio de 2020 que planeia fechar um quarto das lojas em 250 locais nos EUA e no Canadá durante os próximos meses.

Zara
Em junho de 2020, o Grupo Inditex anunciou planos para fechar entre 1.000 e 1.200 lojas nos próximos dois anos e desviar recursos para estratégias de vendas online A empresa não anunciou quais locais da Zara serão afetadas, mas afirmou em comunicado que os encerramentos ocorrerão "em lojas no final de sua vida útil".

JCPenney
O department store norte-americano entrou em falência em maio de 2020 e anunciou que planeia fechar cerca de 30% das 846 lojas, muitas das quais situadas em shoppings.

Macy
Em fevereiro de 2020, o department store Macy's anunciou o fecho de 125 lojas nos próximos três anos e o fim de milhares de empregos corporativos. Também encerrará vários escritórios em todo o país e consolidará os centros de atendimento ao cliente.

Nordstrom
A Nordstrom anunciou em junho de 2020 que fechará permanentemente as três lojas de vestuário Jeffrey (que possui). Em causa estão ainda as 16 department stores da Nordstrom.

Forever 21
Em outubro de 2019, a mega-rede de lojas fast-fashion americana anunciou que iria declarar falência planeava fechar até 178 localizações nos EUA.

Guess
A marca de roupa e acessórios Guess planeia fechar aproximadamente 100 lojas na América do Norte e na China nos próximos 18 meses.


The latest ones