APICCAPSAPICCAPSAPICCAPS
Facebook Portuguese Shoes APICCAPSYoutube Portuguese ShoesAPICCAPS

Overcube já vendeu mais de 4,6 milhões de euros

Overcube já vendeu mais de 4,6 milhões de euros

21 May, 2020

Foi lançada em março de 2018 com o objetivo de levar o calçado nacional a todo o mundo. Dois anos depois, a plataforma de vendas online do grupo Kyaia, conta já com 40 mil clientes e acumula vendas de 4,6 milhões de euros. O volume de negócios quase triplicou, em 2019, e atingiu os 3,250 milhões.

Em declarações ao Dinheiro Vivo, Fortunato Frederico acredita que a pandemia veio validar a aposta do grupo no digital. “Toda a gente levantava dúvidas sobre esta nossa aposta e nós também as tivemos. Mas tivemos, também, a capacidade de resistir e de evoluir e hoje, dois anos passados, temos a certeza que o projeto tem pernas para andar. As vendas online exigem, acima de tudo, muito investimento, mas fizemo-lo com capitais nossos e temos a certeza que este é o caminho”.

De acordo com o mesmo jornal, esta plataforma resulta de um investimento acumulado de quase 4,5 milhões de euros, dos quais mais de 2,3 milhões relacionados com a área de marketing. O projeto teve um retorno sobre o investimento (ROI) de 150% em 2019, que compara com os 33% do ano anterior. Já no primeiro trimestre de 2020, o ROI foi de 65%.

Na plataforma já é possível encontrar 61 marcas distintas para venda, de 9 países, sendo metade delas portuguesas. P peso dos clientes portugueses passou de 37% em 2018 para 29,5% em 2019. Em contrapartida, os Estados Unidos e o Canadá asseguram já quase 18% das vendas e o Reino Unido cerca de 27,5%.

A Overcube conta, atualmente, com 21 trabalhadores: “Já foram mais, na fase de arranque, como é natural, agora há que dosear o esforço”, diz Fortunato Frederico. Recentemente, a plataforma lançou uma campanha solidária. Com a designação de Overcube Collectiva, a iniciativa faz reverter 10% das vendas de modelos selecionados das marcas Foreva, Fly London e Softinos para o apoio ao Sistema Nacional de Saúde no combate à Covid-19. O projeto arrancou a 30 de março e está em vigor até 31 de maio, tendo angariado, mais de 1,6 milhões de euros para o SNS.
Com o sucesso do projeto, a iniciativa vai continuar, agora sob o lema ‘Portugal COmVIDas’, e o objetivo é conseguir arrecadar, entre junho e setembro, cerca de quatro mil euros.

The latest ones